Semanal do Oriente #1 - O caminho do terminador!


 Bem vindos a primeira edição do "Semanal do Oriente"! Eu sou Jorge Passos, e serei eu a vos guiar nesse louco mundo de Puroresu que rapidamente se apegou a mim, e aposto que também lhe irá apegar em breve caso não estiver também!

 Ah, e antes de começar, se você for um grande fã da NJPW como eu, recomendo você dar uma olhada na página do facebook "New Japan Pro Wrestling - Brasil", onde você poderá ficar atualizado de tudo que acontece e que está para acontecer na empresa em sua língua materna! Caso quiser visitar, clique aqui.

 Para a primeira edição dessa coluna, pensei em fazer algo grande. Esse algo grande, é nada mais que vos falar do intenso caminho de um dos maiores lutadores independentes por fora de nossa indústria. O atual IWGP US Heavyweight Champion, Kenny Omega!

 O amado líder da Bullet Club teve seu começo na Top Rope Wrestling, treinando com o promotor da altura, Bobby Jay! Apesar de hoje ser um autêntico "fodão", Kenny Omega começaria nada mais como um surfista! Mas, Kenny Omega percebeu que seu lado "otaku fedido" falava mais alto do que seu lado surfista, e foi isso que aconteceu. Omega deixaria de ser um surfista, e começou a se focar em um lado mais "Street Fighter" onde nasceria o seu famoso "Hadouken" ! Em 2001, Kenny Omega se formaria de seu treino dentro da TCW, e subiria para a Premier Championship Wrestling até 2005! Onde lá ele teria um combate contra o lutador e antigo treinador, Mentallo. Esse combate foi nomeado o melhor combate da empresa em 2002, fazendo um tremendo sucesso na PCW e na zona independente do Canadá! Até chegaria a fazer parte de uma curta-metragem feito por Guy Maddin, Sissy Boy Slap Party em 2003.


 Depois de um tremendo sucesso dentro da PCW, Kenny Omega nada mais foi para a famosa World Wrestling Entertainment que tão bem conhecemos hoje. Mas, antes de ter a chance de ir para a mesma, ele foi colocado na Deep South Wrestling. A Deep South Wrestling logo serviria como um território de desenvolvimento (tal como foi a famosa Ohio Valley Wrestling e a Florida Championship Wrestling). Lá ele seria avaliado por Bill DeMott e outros olheiros. O início de Kenny dentro da DSW foi turbulento, começando dia 27 de outubro em 2005 logo perdendo para Mac Daddy Johnson.
 Kenny Omega foi expressivo sobre sua passagem na Deep South Wrestling, descrevendo-a como péssima e até mesmo insultando Bill DeMott, Jody Hamilton e o treinador Bob Holly (conhecido pelo seu nome in-ring, Hardcore Holly). Mas também admite que onde ele aprenderia seus básicos do desporto seria com o treinador Dave Taylor dentro da DSW.
 Após o tempo péssimo gasto por Omega no território de desenvolvimento da WWE, Omega se negou a voltar para a WWE. Já rejeitando uma oferta deles na primavera de 2014 e 3 ofertas deles em 2015.

 Omega continuaria seu caminho dentro do circuito independente, voltando a PCW, passando pela Pro-Wrestling Syndicate e chegando a Jersey All Pro-Wrestling. Na JAPW, Kenny Omega teria nada mais que seu primeiro contato com a NJPW! O mesmo defenderia a JAPW Light Heavyweight Championship, com sucesso, contra o lendário, Jushin Thunder Liger no primeiro evento realizado pela NJPW no EUA em Philadelphia, Pennsylvania.

 Após uma breve passagem na ROH, Kenny Omega finalmente chegaria ao japão! Logo adentrando a Dramatic Dream Team em 2008. A sua motivação para entrar na DDT seria nada mais que Kota Ibushi. Após Omega ver combates de Ibushi dentro da DDT, ele se inspirou nisso, gravando um combate (onde claramente ele faria parte). Mas o combate teria o mesmo estilo dos combates da DDT, onde logo após o combate, Omega desafiaria Kota Ibushi no final do vídeo. E com sucesso, a DDT viu esse vídeo e logo convidou Omega para então enfrentar Ibushi no Japão. O tempo foi passando, e Omega se juntaria a Ibushi em uma tag team chamada "The Golden Lovers", onde eles venceriam as KO-D Tag Team Championships.

 Omega estaria feliz em estar no Japão, onde o mesmo diria que sempre foi o seu sonho sendo que o país apelaria pelo seu lado criativo. Após estar na WWE, onde ele foi violentamente roteirizado pela empresa, ele sentiu que no Japão seria capaz de mostrar sua verdadeira personalidade e se expressar.



 Dentro da DDT, Omega faria imensas coisas. Uma delas seria lutar contra uma menina de nove anos. Isso fez com que Omega chega-se a mídia mundial, sendo altamente criticado por isso. Entretanto, o nosso amado Mick Foley parabenizaria o trabalho de Kenny Omega como um heel. Omega chegaria depois a representar a DDT em um torneio para lutadores Juniores organizado pela All Japan Pro-Wrestling, onde ele acabaria em segundo lugar no seu Block. Mas ele conseguiria vencer o vencedor do torneio dentro da All Japan Pro-Wrestling, onde ele imediatamente ganharia sua chance pela World Junior Heavyweight Championship, onde ele venceria com sucesso! Mas após um reino de 7 meses, ele eventualmente perdia o título para Kai, o suposto vencedor do torneio da All Japan e antigo campeão... Mas nesse mesmo ano, Omega venceria Danshoku Dino para vencer o "King Of DDT"! E isso lhe daria sua chance pela KO-D OpenWeight Championship!.. O problema, é que quem segurava o título seria seu parceiro, Kota Ibushi. Ambos colocaram sua amizade de lado pelo prestígio de vencer o título, e no evento que celebraria os 15 anos da DDT, Kota Ibushi defenderia seu título contra Kenny Omega. Omega só conseguiria capturar o título dia 23 de Dezembro, vencendo El Genérico. O último combate de Omega dentro da DDT foi dia 26 de Outubro em 2014, onde ele e Kota Ibushi venceriam Danshoku Dino e Konosuke Takeshita.

  New Japan Pro-Wrestling já revelaria a entrada de Kenny Omega na empresa dia 3 de Outubro, anunciando também que a última aparição de Omega na DDT seria dia 26 de Outubro (onde seu contrato expiraria).

 O debut oficial de Omega dentro de um contrato da NJPW, seria dia 8 de Novembro no evento "Power Struggle", onde logo após seu combate revelaria sua entrada na Bullet Club! O que foi chocante devido que o mesmo negaria sua entrada na mesma em entrevistas passadas. Ao entrar na Bullet Club, Omega deixaria de falar em japonês (língua que ele fala fluentemente) e só falaria sua língua materna, o inglês. Algo que também mudou no Omega foi sua personagem. Sendo que sua personagem de uma espécie de "Otaku" foi considerada ruim em padrões da Bullet Club, foi-lhe atribuído o nickname "The Cleaner". Esse nickname teria como propósito se relacionar a pessoas que limpariam zonas de crime. Muita confusão veio dessa nova personagem, onde todos pensavam que Omega estaria simplesmente incorporando um faxineiro. Essa confusão fez com que Omega começa-se a trazer consigo um esfregão e uma vassoura para o ringue.

 O seu primeiro combate, como membro da Bullet Club, foi na WrestleKingdom 9. O mesmo venceria Ryuske Taguchi, já ganhando a IWGP Junior Heavyweight Championship, mas logo perdendo para o vencedor do Best Of The Super Juniors 2015, KUSHIDA.



 No dia a seguir de perder o título para KUSHIDA, Kenny Omega e AJ Styles se juntariam para enfrentar o IWGP Intercontinental Champion da altura, Shinsuke Nakamura que trazia como parceiro da CHAOS, Yoshi-Hashi. Nesse combate, Omega e AJ Styles venceriam o combate onde Kenny Omega conseguia marcar o pinfall em cima do campeão, Shinsuke Nakamura. Mas nem tudo correu tão bem assim...

 Logo após o combate, Kenny Omega junto com a Bullet Club inteira atacariam AJ Styles! Após o ataque que chocou tudo e todos, Omega revelaria sua liderança na Bullet Club e sobre o fato que estaria deixando a divisão dos juniores, subindo para os heavyweights onde ele desafiaria Shinsuke Nakamura pela IWGP Intercontinental Championship... Mas o combate nunca aconteceu devido que Shinsuke Nakamura sairia da NJPW (onde ele então iria para a WWE), deixando a IWGP Intercontinental Championship sem campeão.

 Em questão de querer provocar Nakamura após sua saída, Kenny Omega começaria a usar o finisher de Shinsuke Nakamura, onde Omega chamaria ele de V-Trigger.

 Após a saída de Nakamura, foi feito uma luta para acontecer para definir um novo IWGP Intercontinental Champion envolvendo o novo líder da Bullet Club contra o Ace do universo, Hiroshi Tanahashi. Esse mesmo combate aconteceria na turnê "The New Beggining" em Niigata, onde Omega conseguiria vencer Tanahashi, vencendo a IWGP Intercontinental Championship! Não só isso aconteceu, como 6 dias depois Kenny Omega e os Young Bucks (com o nome "The Elite") venceriam as NEVER OpenWeight 6-Man Tag Team Championships contra The Briscoes e Toru Yano, mas eventualmente perderiam os títulos para Hiroshi Tanahashi, Michael Elgin e Yoshi Tatsu dia 10 de Abril.

 A perca do NEVER OpenWeight 6-Man Tag Team Championships deu margem para Michael Elgin enfrentar Kenny Omega pela IWGP Intercontinental Championship, onde Omega conseguiria defender o título com sucesso... Até a Dominion de 2016 no Osaka-jo Hall, onde Omega enfrentaria mais uma vez Michael Elgin pela IWGP Intercontinental Championship na primeira Ladder Match da história da NJPW (e até agora, o único), onde Omega perderia o título... Mas, a grande erguida de Omega não ficaria por aqui.



 Dia 22 de Julho, 2016, Kenny Omega adentraria a 26ª edição do G1 CLIMAX, onde ele faria nada mais que história! Com um recorde de 6 vitórias e somente 3 derrotas, Omega venceria Hirooki Goto nas finais, assim vencendo o torneio em si! Kenny Omega se tornaria nada mais que o primeiro gaijin (estrangeiro não japonês) a vencer o torneio, onde essa mesma vitória estabeleceria oficialmente Omega como nada mais que a cara internacional da NJPW! O mesmo com essa vitória não só marcaria história como (depois de defender sua chance contra Yoshi-Hashi depois do G1 CLIMAX) lhe levaria para o Main-Event da WrestleKingdom 11, tendo o seu combate contra Kazuchika Okada pela IWGP Heavyweight Championship.

 O combate do mesmo contra Okada foi o combate mais longo que alguma vez ocorreu na WrestleKingdom, onde a mesma teve uma duração de 46 minutos e 45 segundos... Mas não só foi considerada a mais longa, como o famoso e respeitado jornalista Dave Meltzer consideraria esse combate como nada mais que o melhor combate da história! O mesmo combate foi respeitado por grandes nomes como Daniel Bryan, Mick Foley e "Stone Cold" Steve Austin. Mas apesar do grande combate, Omega sairia por baixo perdendo para Okada e falhando em sua tentativa de levar a IWGP Heavyweight Championship consigo.

 Omega, após vencer o G1, teve seus olhos postos em ter sua chance pelo título mais uma vez. E o seu plano seria simples. Vencer a New Japan Cup de 2017. Tão simples quanto isso... Infelizmente, Tomohiro Ishii apenas complicou o plano de Omega após vencê-lo e eliminá-lo do torneio logo na primeira ronda. Mas nem tudo estaria perdido. Omega poderia ter sua chance pela IWGP Heavyweight Championship se vence-se Tomohiro Ishii na Wrestling Dontaku 2017, algo que ele conseguiu com sucesso!



 Então estaria decidido. Dominion 2017, Osaka-jo Hall, Kenny Omega contra Kazuchika Okada pela IWGP Heavyweight Championship. A indústria toda esteve de olhos em cima desse combate. Muitos esperavam uma vitória de Omega, outros de Okada... No final, nenhum dos dois.

 Um intenso combate foi feito no Osaka-jo Hall... Mas nenhum dos dois estavam decididos a ceder a derrota... E no final, de fato, ninguém a cedeu. O tempo limite de 60 minutos chegaria, fazendo o combate acabar em um empate. Sendo um empate, Okada conseguia reter o título e Omega sairia mais uma vez de mãos vazias... Apesar disso, esse mesmo combate conseguiu ultrapassar o primeiro combate entre eles, fazendo Dave Meltzer lhes entregar a nota de 6.25*, considerado até hoje o combate com a nota mais alta na história da indústria.

 Omega então não conseguia derrubar o "Rainmaker", Kazuchika Okada. Saindo de mãos vazias em ambos os combates que teria com ele. Por isso, o mesmo avançou com olhos postos em cima do novo título da NJPW, a IWGP US Heavyweight Championship.

 Seria realizado um torneio no evento da NJPW em Long Beach, o G1 US SPECIALS, para determinar o primeiro IWGP US Heavyweight Champion. Onde o vencedor do torneio seria nada mais que Kenny Omega em si após vencer Tomohiro Ishii nas finais. Com essa vitória, Kenny Omega teve o título que tanto desejou ganhar, onde ele poderia por si mesmo construir a legacia desse novo título... Mas, antes que a pudesse defender, algo chegou... Esse algo, sendo a 27ª edição do G1 CLIMAX.


 Muito estaria em jogo para Kenny Omega dentro do G1 CLIMAX. Ele poderia ter a chance de fazer história em ser o primeiro gaijin a vencer o G1 CLIMAX 2 vezes de seguida. Ele teria a chance de mais uma vez enfrentar o único homem que ele não conseguiria vencer nesse ano de 2017, Kazuchika Okada. Mas principalmente, o seu antigo parceiro e melhor amigo, Kota Ibushi estaria participando no G1 CLIMAX. Embora que Kota se encontraria em um block diferente de Omega, foi bem claro que Omega estava interessado em encontrar nas finais Ibushi, devido a história que ambos têm desde a DDT.

 Kenny Omega por pouco não venceria seu block. Muitas vezes competindo com Okada para a supremacia dentro do bloco, Omega perderia duas vezes. Uma para Juice Robinson e outro para Michael Elgin. Por sorte, Omega viria Okada perder para EVIL e empatar com Minoru Suzuki. Logo, Omega teria que vencer Okada nas finais para empatar com ele, e em via de tie-breaker, subir para as finais do G1 CLIMAX... E ele finalmente conseguiu. Vencer Okada foi algo praticamente impossível para Kenny Omega, mas ele conseguiu fazer o impossível ser possível, conseguindo vencer ele em menos de 30 minutos. E com essa vitória que ele esperava ter desde o início de 2017, ele avançaria para as finais enfrentando Tetsuya Naito... Mas, sem sucesso algum. Ele perderia para Naito, somente tendo sua vitória no seu block, mas não no torneio.


 E o resto? Bem... Não tem. É isso que torna Kenny Omega tão especial.

 Em sua idade de 33 anos, eles atingiu patamares nunca vistos, tendo a considerada melhor trilogia com Kazuchika Okada. Uma história de quebrar corações com Kota Ibushi. E uma habilidade que pode agradar todo tipo de fãs, Kenny Omega realmente chega a merecer a sua fama em nossa indústria, e quem sabe se ele não merece mais.

 Kenny Omega está apenas se erguendo, levando a NJPW para a internacionalização da indústria e fazendo os melhores combates possíveis cada vez que ele pisa em um ringue. 33 anos, e tanto mais para vir. Mais combates, mais histórias... Ninguém pode prever qual será o próxima passo de Kenny Omega, ou até mesmo da Bullet Club em si. Apenas podemos relaxar e ver o que ele tem mais para nos oferecer... E pelo que parece, não é pouco.

 Obrigado por ter lido a primeira edição de nossa novíssima coluna semanal! Espero que tenha uma ótima manhã/tarde/noite/madrugada! Vejo vocês denovo próxima semana com mais um assunto para discutirmos ou até mesmo pesquisarmos como fizemos hoje! Até lá, tchau.



Semanal do Oriente #1 - O caminho do terminador! Semanal do Oriente #1 - O caminho do terminador! Reviewed by TomMor on 21:48 Rating: 5
Tecnologia do Blogger.