Os Melhores Combates de 2016: Março


Sejam bem-vindos de volta ao espaço mensal onde passamos em revista o que de melhor se fez no mundo do Wrestling em cada mês que passou, em colaboração com o Fórum de Pro Wrestling.

Ao longo de cada mês temos aberto um post no Fórum onde qualquer membro pode nomear e avaliar combates desse mês (ou de meses anteriores mas cujos vídeos apenas tenham saído mais tarde), através de uma escala de 0 a 10. No final do mês, é feita uma média de todas as pontuações obtidas, e chegamos assim a um Top 10 daqueles que foram considerados como os melhores combates do mês!

As avaliações estão abertas todo o mês, por isso podem já passar pelo nosso Fórum e deixar as vossas nomeações e avaliações para o mês de Abril, de forma a ajudar-nos a tornar esta lista ainda mais completa!

Sem mais demoras, vamos ao que interessa. Hoje apresentarei os combates que ficaram do 10º ao 6º lugar do nosso Top. Junto ao vídeo de cada combate podem ler uma pequena review daquilo que faz que essa contenda seja merecedora de estar neste Top, escritas por alguns membros do nosso Fórum.

Neste Top 10 incluem-se combates de cinco companhias diferentes: da WWE, Lucha Underground, CMLL, PWG e wXw. Pela primeira vez nestes nossos Tops mensais, temos um lutador a fazer a dobradinha, estando envolvido nos combates em 1º e 2º lugar. Os mais atentos saberão quem é.



10º lugar
8.44 pontos
WWE Roadblock

12 de Março de 2016
WWE World Heavyweight Championship
Triple H (c) vs. Dean Ambrose


As expectativas eram altas para este combate e certamente ninguém ficou desiludido com a qualidade da contenda apresentada pelos dois. O combate começa a um ritmo lento e é precisamente essa tentativa de slow build que Triple H e Dean Ambrose conseguem cativar todo o público que se mostrou muito interessado no trabalho apresentado pelo campeão e pelo contender.

A personalidade do "Lunatic Fringe" é uma das melhores coisas do combate, não há coisa que encaixe melhor ao Ambrose do que isto e a nova ofensiva dele ao tentar trabalhar as várias partes do corpo do "Cerebral Assassin" foi algo refrescante face à normalidade dos seus combates. Uma nota de apreço também para o trabalho desenvolvido pela equipa de comentadores a estar a muito bom nível e a ir buscar a lesão de Triple H há uns anos no joelho quando o pretendente ao título estava a trabalhar essa zona do corpo.

Este foi sem dúvida um combate digno de ser o Main Event num show que, apesar de secundário, apresentou uma qualidade bem razoável!


Chó

9º lugar
8.48 pontos
PWG Lëmmy
02 de Janeiro de 2016
Adam Cole vs. Mike Bailey

Para a primeira vez que estes dois têm um singles match, isto correu bem demais. Primeiro, porque houve um belo contraste entre as personagens - Adam Cole, um heel mais arrogante, gozão e convencido enfrenta Mike Bailey, um lutador mais humilde, respeitador e até um pouco nerd. Mas acontece, ao contrário do que aparenta - Bailey é também legitimo e especialmente periogoso com os seus pontapés. Cole goza com o lutador canadiano, mas acaba por perceber que se calhar é boa ideia ir atrás da perna de Bailey para evitar uma "surpresa"...

André Ribeiro



8º lugar
8.50 pontos
wXw 16 Carat Gold 2016, Day 3
13 de Março de 2016
Marty Scurll & Trevor Lee vs. Mike Bailey & Will Ospreay

Que grande combate! Apesar de nunca terem lutado juntos como equipas, todos estiveram muito bem. Scurll tem sido o melhor lutador independente este ano, Trevor Lee como heel é excepcional, a entrada dele imitando o Scurll foi sensacional. Ospreay e Bailey são excelentes e dispensam comentários. O combate teve boas sequências, em especial quando Ospreay e Bailey estavam envolvidos. O momento em que os quatro estavam no ringue foi muito bom, o mesmo para Lee e Bailey que vieram logo em seguida. A sequência entre Ospreay e Scurll foi algo fora do normal, e o fim do combate entre Bailey/Lee/Scurll foi muito bom, os chutes do Bailey são impressionantes e a forma como o Scurll conseguiu a submissão para terminar o combate foi incrível.

Ivaldo Azevedo



7º lugar
8.55 pontos
Lucha Underground
02 de Março de 2016

Gift of the Gods Championship - Ladder Match
King Cuerno (c) vs. Fenix

Esta é a primeira aparição do Lucha Underground nestes nossos Tops mensais, o que se justifica perfeitamente tendo em conta que nenhum dos episódios anteriores teve um combate do nível deste (as semanas seguintes também tiveram combates de altíssima qualidade, com irão verificar no resto deste Top 10). O Fénix é para mim a grande revelação deste projeto LU, e o King Cuerno não fica muito abaixo. A química entre estes dois está lá, e este Ladder Match conseguiu tirar o melhor deles. Foi um combate bastante intenso e cheio de spots porreiros desde o primeiro minuto. Não demorou muito a que os escadotes entrassem em cena, e a partir daí a acção foi-se desenvolvendo quase sempre fora do ringue, com o Fenix como o high-flyer underdog contra um Cuerno com um estilo mais físico. 15 minutos muito bons.

Renato Simões



6º lugar
8.60 pontos
wXw 16 Carat Gold 2016, Day 1
11 de Março de 2016

I Quit Match
Axel Dieter Jr. vs. Marty Scurll

Lindo! Muito mais do que um simples combate de um torneio. O Marty tem perseguido o Axel Dieter Jr. e têm tentado destruir a vida dele de modo a que o Alex Dieter passe para o Lado Negro e caso Marty Scrull faça Axel dizer "I Quit", os Hot and Spicy terminam. Caso Marty diga essas palavras ele deixa finalmente Axel em paz.

O combate deu seguimento aos capítulos anteriores desta feud e foi realmente algo de muito bom, recheado de tensão do principio ao fim. Nenhum dos lutadores queria perder e portanto tivemos o heel a infernizar o babyface e a castigá-lo durante praticamente todo o combate, enquanto que Axel Dieter mostrar uma atitude de alguém que é incapaz de desistir e está disposto a superar qualquer tipo de dor para vencer o combate.

André Ribeiro



5º lugar
8.69 pontos
Lucha Underground

23 de Março de 2016
Lucha Underground Championship
Aztec Warfare Match


Para mim foi um excelente combate (muito melhor "bookado" que o "Royal Rumble Match" destes últimos anos da WWE), onde muitas histórias se uniram e nunca se perdeu qualidade dentro do ringue. É um conceito inovador, devido ao facto de só poderes eliminar os homens ou mulheres dentro do ringue via "pinfall" ou "submission" e para além disso, ainda incluiu a estreia de alguns lutadores como o Rey Mysterio, Dragon Azteca Jr., mas o melhor de tudo sem dúvida foi o "booking" dado à estreia do Matanza Cueto, que numa noite é construído e vendido como um monstro super invencível.

Tal como já vi por aí dizer, apenas pecou pelas eliminações rápidas de Fenix (este se calhar é um pouco compreensível para dar um grande estatuto de monstro ao Matanza) e do Mil Muertes... mas sem dúvida que o meu voto de 0 a 10, só não é um "Perfect 10" devido a estes contras!


FaBiNhO

4º lugar
8.93 pontos
NXT
09 de Março de 2016

2 out of 3 Falls Match
Sami Zayn vs. Samoa Joe

Este 2 out of 3 Falls é um combate que não se vê muito na WWE. Sinceramente não sei porque, acho que é excelente para terminar feuds como estas que são baseadas na competição e no wrestling (oh, pera, talvez seja esse mesmo o motivo…). Muitas das vezes, eu não costumo gostar deste tipo de combates longos e massudos, cheios de psicologia e sem grandes spots, mas este foi muito bom. Tudo o que foi feito e posto durante o combate fez sentido e não esteve lá apenas para “encher chouriços”. Tudo fez parte da história que queriam contar. O Sami é o melhor underdog da WWE desde o Daniel Bryan e acredito que ele vá facilmente ser o babyface de topo da companhia no futuro, já o Joe consegue incorporar o monstro heel agressivo e dominador perfeitamente. Ambos conseguiram entregar bastante bem aqui e puseram uma excelente maratona. Este é o melhor combate da WWE em todo o ano.

CChris



3º lugar
8.98 pontos
CMLL Super Viernes
04 de Março de 2016

CMLL World Lightweight Championship - 2 out of 3 Falls Match
Dragon Lee vs. Kamaitachi (c)

Depois de darem uma serie de incríveis combates, a rivalidade entre os dois acabou com mais um combate de tirar o fôlego. As duas primeiras caídas foram desnecessárias e terminaram de forma rápida e sem emoção, mas a última foi incrível. Teve de tudo um pouco, as habituais manobras arriscadas de ambos lutadores, vários nearfalls e muita emoção. O Monkey Flip na lateral do ringue foi das manobras mais insana e arriscada que vi ultimamente. A química entre Kamaitachi e Dragon Lee fez com que a sua rivalidade e os seus combates se tornassem clássicos da Lucha Libre moderna.

Ivaldo Azevedo



2º lugar
9.00 pontos
Lucha Underground
09 de Março de 2016

Lucha Underground Championship
Mil Muertes (c) vs. Prince Puma vs. Pentagon Jr.

Não é preciso um combate ter 30 minutos para ser de altíssima qualidade. E este combate prova isso, com pouco mais de 10 minutos que chegaram para o colocar neste 2º lugar. Mil Muertes é o campeão dominante e sem medo de um desafio, por isso foi ele mesmo a oferecer-se para defrontar os dois desafiantes. Pentagon e Puma também tiveram os seus problemas nas semanas anteriores, mas teriam que colocar as diferenças de lado e trabalhar em conjunto se queriam derrotar o campeão. Mas não demorou muito tempo até se perceber que só isso poderia não ser suficiente, e o combate desenrolou-se ao um ritmo caótico, no bom sentido. Uma mistura de lucha-libre com a intensidade de uma brawl que resultou muito bem, não fosse estes três dos lutadores que têm marcado o Lucha Underground.

Renato Simões



1º lugar
9.34 pontos
Lucha Underground
16 de Março de 2016

Lucha Underground Championship
Mil Muertes (c) vs. Fenix

Estes dois têm estado ligados desde a primeira temporada de Lucha Underground. Eles tiveram uma das melhores feuds da companhia até à data e puseram aquele que é, muito provavelmente, o melhor combate até agora da LU. Eles têm uma história muito bem construída e incrível, eles trabalham muito bem juntos e os fãs estão muito investidos neles.

Isto foi um combate que, em relativamente pouco tempo, conseguiram contar uma história estupenda, com spots incríveis, acção louca e o tema da velocidade do Fenix contra a força do Muertes, depois a questão da Fenix que renasce sempre mas o Mill irá trazer a morte eterna ao pássaro, lindo. Mega bem construído, o Fenix é um excelente underdog, a cena da mascara foi brutal, apesar de achar que esta podia ter saído por completo para criar mais heat. Sem grandes duvidas, o melhor combate de LU até agora.

CChris



Concordam com este Top 5? Foi também Mil Muertes vs. Fenix o vosso combate favorito do mês?

Compartilhe

Veja Também

Próximo
« Prev Post
Anterior
Next Post »